A Maria Fumaça na Avenida do Carnaval 2014 de Porto Alegre

A Maria Fumaça na Avenida do Carnaval de Porto Alegre (3)

O desfile parte da estação férrea de Carlos Barbosa e, a partir dela, mostra as paisagens, culturas e histórias dos municípios que integram o roteiro. Na cidade da faca, do queijo e do futsal, destaque para a colonização, para o contato com índios durante a chegada dos imigrantes, para a indústria e a ACBF, equipe de futsal que se transformou em ícone do esporte no mundo.

Depois a Maria Fumaça chega a Garibaldi, a capital brasileira do espumante e sua maior festa, a Fenachamp. Lá o desfile se depara com a bebida que marcou a história do município há mais de 100 anos e com a presença de culturas variadas, como a dos imigrantes Sírios, que ajudaram a desenvolver o município e ainda possuem presença marcante.

Antes de chegar a seu destino, na cidade de Bento Gonçalves, o enredo ainda passa pela Epopeia Italiana, história dos imigrantes que saíram da Itália no final do século XIX e cruzaram o Oceano Atlântico para chegar às terras gaúchas. O desfile usa como exemplo disse o parque temático da Epopeia Italiana, da Giordani Turismo, localizado em Bento Gonçalves. Para fechar o destaque fica com a Capital Brasileira do Vinho, Bento Gonçalves, com a bebida no Vale dos Vinhedos, demais distritos e toda a cultura produtiva e gastronômica local. A mesa farta entra na avenida com o galeto, a polenta e outros pratos típicos.

“Nós ficamos muito felizes quando a Escola de Samba nos procurou para fazer o Carnaval de Porto Alegre. Trata-se de um evento muito assistido pela televisão, com um público cativo e que poderá conhecer um pouco mais da Maria Fumaça e de toda essa epopeia italiana que entrelaça a formação social e econômica da Serra Gaúcha”, destaca Susana Giordani, sócia e diretora da Giordani Turismo, que foi responsável pela implantação e administração do trem turístico, no início da década de 1990. Ela visitou o barracão da Embaixadores do Ritmo na última segunda-feira, 27, quando conheceu os trabalhos, recebeu camisa e samba enredo do próximo Carnaval.

O presidente da Escola de Samba, Gustavo Giró, 57 anos, mais de 40 deles no Carnaval, destaca a participação e envolvimento dos municípios da região com a ação. Segundo ele, o trabalho só foi possível graças ao auxílio das prefeituras das cidades por onde a Maria Fumaça passa e do apoio de empresas da região. “Acho que possuímos algo fora do comum, lindíssimo, a ponto do trem estar lotado o ano todo com gente do país inteiro. Reforça toda a história da colonização italiana nesse lado da serra e no cultivo do vinho e da uva. Possuímos cidades com muita história e repletas de valores sociais, econômicos e culturais que precisam e merecem ser reconhecidos”, afirma, lembrando que a ação proporcionará maior proximidade entre as comunidades da capital da região e consequentemente divulgação para o turismo local.

Mais de 300 pessoas da região devem participar do desfile da Escola de Samba. Entre eles estarão moradores do interior, grupos folclóricos, coros, membros de administrações públicas e empresários. Todos já participam de ensaios e programações que começam a ser realizadas nas cidades em fevereiro.

Para participar

Ensaio geral – Dia 9 de fevereiro, na Avenida Planalto, em Bento Gonçalves. Reunindo cerca de 300 pessoas de Bento Gonçalves e 100 integrantes da Escola, oriundos de Porto Alegre.

A Maria Fumaça na Avenida do Carnaval de Porto Alegre (2)

A Maria Fumaça

As locomotivas que hoje percorrem o trecho ferroviário Bento Gonçalves / Carlos Barbosa, vieram para o Brasil e operaram na famosa estrada de ferro Teresa Cristina em Tubarão – Santa Catarina, onde puxavam 11 vagões de minérios de ferro das minas de carvão da Companhia Siderúrgica Nacional.

A composição que percorre o trecho atualmente é formada pela Locomotiva, 1 carro original (onde foram gravadas cenas para o filme o Quatrilho) e 5 carros com bancos estofados

Em 1995, a locomotiva Jung número 4 serviu de cenário para um dos mais belos filmes brasileiros, “O Quatrilho”, que retrata a cultura e os costumes dos imigrantes italianos.

A Maria Fumaça na Avenida do Carnaval de Porto Alegre (4)

O passeio na atualidade

São 23 quilômetros de agradável percurso com duração média de 2 horas. Durante o passeio, a festa é conduzida por atrações típicas italianas e gaúchas. Em todas as estações por onde o trem passa ocorrem apresentações artísticas e degustações de vinhos, sucos e espumantes. As reservas devem ser feitas com antecedência na Giordani Turismo pelo fone 54 3455-2788

Booking.com