Belo Horizonte Pré-Carnaval 2019 : Banda Mole completa 44 anos de folia e sai na Afonso Pena

Banda Mole Carnaval Belo Horizonte Bloco de Carnaval
Banda Mole – Carnaval em Belo Horizonte – Foto Bruno Werneck

Belo Horizonte Carnaval 2019

Banda Mole completa 44 anos de folia e sai na Afonso Pena

O tradicional bloco de pré-Carnaval Banda Mole leva sua festa para a Avenida Afonso Pena, no dia 23 de fevereiro (sábado), das 13h às 23h, e recebe importantes blocos da cidade, proporcionando interação, entretenimento, consciência política, ecológica e cultural, regados a muito humor, descontração e animação. A Banda Mole abre oficialmente o carnaval de BH e oferece uma programação invejável e estrutura segura para o público da cidade e de seus visitantes. Em 2019 o tema é mais uma vez a política, desta vez associada a questões comportamentais.

Tema
“Este ano a Banda Mole tá com tudo e não tá prosa. Quem quiser vai de azul, quem quiser que vá de rosa. E o Queiroz já revelou “é de laranja qu´eu vou”. É uma clara alusão a determinação de que cores definem quem é menino ou menina e também ao esquema da suposta lavagem de dinheiro por meio do motorista da família Bolsonaro. Seguramente não faltarão os tradicionais bonecões da Ministra Damares, dos Bolsonaro e do Queiroz…

Banda Mole 2019
Muita música, descontração, humor e alegria vão pautar a folia do bloco que conta também com presença da tradicional bandinha formada majoritariamente por músicos da Charanga do Bororó que interpretarão as famosas e saudosas marchinhas de todos os tempos.

Desfile
O desfile será realizado no mesmo local, na Avenida Afonso Pena entre as ruas da Bahia e Guajajaras e vai contar com grande estrutura visando segurança e conforto para todos os foliões, tais como 120 seguranças privados, 60 brigadistas e mais de uma centena de banheiros a disposição do público.

Há 14 anos a Banda Mole aperfeiçoou toda a sua infraestrutura do desfile e de atendimento ao público e sua programação musical passou a contar com a participação de artistas locais e nacionais de vários estilos, transformando a Banda Mole num pré-carnaval multicultural da cidade, uma verdadeira ode a diversidade cultural.

Este ano a festa promete balançar os foliões com os blocos mais destacados da cidade, a apresentações de bandas de todos os estilos, do funk ao axe, passando pelo sertanejo e o samba, tudo isso em 04 (quatro) poderosos trios elétricos, sendo dois oficiais e dois independentes. No Trios oficiais, Rivotrio e Tornado se revezarão DJs da cena de BH e blocos carnavalesco e artistas destacados da cena mineira com muitos convidados de peso.

Programação Trio Rivotrio
:: DJ Vini Brown 13:00
:: Manu Rosa 15:00
:: Dj Vini Brown 17:00
:: Desfile da Banda Mole (AVENIDA) 17:00
:: Bloco Me beija que eu sou pagodeiro 19:00
:: Dj Vini Brown 20:30
:: Bloco É o Amô 21:30

Programação Trio Tornado
:: Dj Gabiinas 13:00
:: Bloco Sexta Ninguém sabe 14:00
:: Dj Gabiinas 16:00
:: Desfile da Banda Mole (AVENIDA) 17:00
:: Bloco Quando come se Lambuza 19:00
:: Dj Gabiinas 20:30
:: Baianas Ozadas 21:30

Programação Palco
:: Dj’s Geléia Geral 13:00
:: Charanga do Bororó 15:00
:: Dj’s Geléia Geral 16:30
:: Desfile da Banda Mole (AVENIDA) 17:00
:: Pacato Cidadão 19:00
:: Bloco Arriba 21:30

Banda Mole um estado de espírito
Fundada em 1975 por um grupo de rapazes egressos do bloco carnavalesco “Leões da Lagoinha”, a “República Independente da Banda Mole”, associação lítera-etílica-carnavalesca sem fins lucrativos, teve como principal finalidade resgatar os velhos carnavais com desfiles populares em via pública, que deveriam ter sempre as seguintes características: gratuidade para quem quisesse participar, animação, crítica político-social e liberdade nas fantasias e trajes a serem usados no cortejo.

No primeiro desfile, a Banda Mole saiu com aproximadamente 100 pessoas com homens transvestidos de mulheres e vice-versa, animadas por uma banda de chão e instrumentos de sopro de dez elementos. Com o passar dos anos, tendo caído definitivamente no gosto popular, o desfile foi crescendo, chegando a levar às ruas, em 1995, mais de 400 mil pessoas animadas por 14 trios elétricos, entre os quais, a banda baiana Araketu, maior atração nacional da época e o Jota Quest.

O desfile que era originalmente na Rua da Bahia, teve o seu trajeto há 15 anos, transferido para a Avenida Afonso Pena, para garantir maior conforto e segurança aos foliões, definido entre as ruas da Bahia e Guajajaras, no centro de BH. Os organizadores, que se revezam na presidência da entidade, são Luiz Mário “Jacaré” Ladeira e Helvécio “Gaiola” Trotta.

Mais informações: 31-3284-0709

Booking.com