Bloco da Laje saúda o Rio Guaíba e as deusas das águas de Porto Alegre em seu cortejo de carnaval 2014

Bloco da Laje Rio Guaíba Porto Alegre Carnaval 2014 (3)

Porto Alegre já teve uma intensa relação com seu rio. Houve época em que passeios na orla, piqueniques em Ipanema e ir à praia com a família desfrutar das águas do belo Rio Guaíba eram passeios corriqueiros, como ir ao parque da Redenção andar de bicicleta.  Porto Alegre e seus habitantes querem ter de volta essa íntima e lúdica relação com suas águas. E é nesse espírito que o Bloco da Laje sai às ruas no carnaval, numa saudação às águas e suas deusas, aos rios de nossas cidades, por uma convivência harmônica do homem com a natureza. E aproveita para questionar: A quem pertence o espaço público de uma cidade? O quanto os cidadãos tem o direito e o dever de se envolver e gestar este espaço público? “Brincar de ir pra praia no carnaval da Laje nos suscita a possibilidade de um dia termos nosso rio limpo e bem cuidado por nossos governantes. É chamar a atenção da população para um espaço vivo e que é de todos”, afirma Juliano Barros, um dos integrantes/ criadores do Bloco da Laje.

 Bloco da Laje Rio Guaíba Porto Alegre Carnaval 2014 (4)

Thiago Pirajira, o “momo” do grupo, contextualiza de forma poética o desfile de 2014, que será realizado dia 23 de fevereiro, a partir das 15h, na orla do Guaíba: “este cortejo dá continuidade aos anseios e desejos coletivos existentes no bloco: a busca e o desejo latente por mudanças concretas no mundo, para o bem, para todos. A mistura como premissa para a vida, dado que nada é absoluto, tudo é relação, é improviso puro, é criação. É presença, é o momento agora. Uma revolução a partir dos corpos, dos contatos. Uma brasilidade ativa, sentida com suas danças, suas brincadeiras essenciais e originais. Uma “ode tupiniquim” ao som dos tambores imperfeitos! Um suspiro delirante na ânsia pela louCURA que transmuta, que arde, que transforma. A permissão para o descontrole que organiza o caos do concreto. O retorno aos princípios da natureza, cravados nas flechas e setas que avançam! O rompimento do concreto para o renascer do povo em pé! É festa da carne. É brincadeira guerreira! É suruba das fés! É espaço para as divindades celebrarem. É um entretempo, fundamental para evoluir. É uma muDANÇA!”

 Bloco da Laje Rio Guaíba Porto Alegre Carnaval 2014 (5)

A brincadeira inclui abusar da fantasia que vai à praia, exagerar, colorir, levar pra orla os praianos e os “não praianos”, misturar, compor, multiplicar. “Viemos provocar por outros meios: a imaginação, sensações, brincadeira, liberdade, o corpo, o encontro, a música, a batida. Neste território vamos lembrar que nossa cidade nasce de um rio, que somos filhos e filhas das entidades mágicas e poderosas das águas, que já houve muita vida nessa beira, nessa orla, uma cultura que vem do contato com a água, que se perdeu. O imaginário, tanto destas figuras míticas (sereias, deusas, peixes das profundezas) quanto de uma vida cotidiana com pescadores, lavadeiras, banhistas, barquinhos, farofeiros, são nossa inspiração pra composição estética e sensorial, pra criar este clima, fazer as pazes com o rio, amá-lo e sermos amados”, afirma Júlia Ludwig.

 Bloco da Laje Rio Guaíba Porto Alegre Carnaval 2014 (2)

No cortejo de carnaval 2014, o Bloco da Laje inova abrindo os horizontes não só no que diz respeito ao espaço físico, mas refrescando seu repertório com novas músicas e com uma pegada de rock´n´roll, agora com guitarras além dos violões, cavaquinhos, sopros e a incrível bateria regida pelo Mestre Vini. O Led Zeppelin e o bar Bambus, tradicional reduto roqueiro na Av. Independência, serão cantados e lembrados neste desfile que promete mexer com o imaginário – e com os corpos – de toda a cidade.

Formado por artistas e músicos ativos na cena cultural local, o Bloco da Laje tem arrastado multidões e conquistado cada vez mais participantes nas diversas intervenções realizadas na cidade. Graças a esse prestígio, foi contemplado em 2013 com o FAC (Fundo de Apoio à Cultura) e apresentou o projeto “Cortejos Bloco da Laje”, que incluiu saídas do Bloco e atividades formativas. Vem se apresentando em mostras de teatro e intervenções urbanas, sempre conquistando e encantando a população.