Florianópolis Carnaval 2015 – Estreante Dascuia abre a noite de desfile do Grupo Especial

Campeã do Grupo de Acesso do ano passado, a Dascuia tem a responsabilidade de abrir na noite de sábado (14.02.15)a programação de desfile das escolas de samba do Grupo Especial do Carnaval 2015 de Florianópolis. Após, desfilam na Passarela do Samba Nego Quirido, pela ordem, a União da Ilha da Magia, a Consulado, a Embaixada Copa Lord, a Protegidos da Princesa e a Coloninha. A Dascuia entra na pista às 22h30; a Coloninha, às 5h35 de domingo (15.02.15).

O desfile do Grupo Especial tem, este ano, duas novidades básicas: passa a contar com seis escolas, e a última colocada será rebaixada para o Grupo de Acesso – que, em contrapartida, terá sua campeã guindada à elite do Carnaval florianopolitano.

Escolas

A debutante Dascuia, vestida de verde e rosa, traz seu enredo “Da água, da terra, do fogo e do ar surge a energia para a vida, eletrizando essa avenida, a Dascuia com seu samba quer contagiar”. A escola viaja pelos elementos, passa pela energia dos ventos, pela energia solar, pelo petróleo, gás e biomassa, pela “energia do amor”, chega à poluição e à reciclagem, passeia pelos chakras e a energia vital humana para falar de um assunto chave: a energia.

A partir das 23h55, a União da Ilha da Magia entra na passarela para prestar sua homenagem ao surfe e aos surfistas com o enredo “Adoradores do sol nas ondas da Ilha da Magia”. A escola fala do surfe desde sua prática como cerimônia religiosa até sua globalização e, claro, xodó dos florianopolitanos.

A Consulado entra à 1h20 para ir às profundezas. Com o enredo “E vem de lá, do centro do mundo, a força de um povo”, a escola apresenta os aspectos relacionados à extração do carvão mineral: a questão mitológica, a formação, a descoberta e os desdobramentos. A Consulado aproveita para homenagear Criciúma, a cidade catarinense do carvão.

Logo depois, às 2h45, é a vez da Copa Lord, com um enredo que, ao que tudo indica, vai tocar muita gente: “Os filmes que marcaram nossas vidas”. Com esse enredo, a escola quer transformar “a passarela numa grande tela”, por onde vão desfilar clássicos da comédia, do romance, dos musicais e dos filmes de aventura. Quem gosta de cinema não vai deixar de se emocionar com as homenagens aos grandes astros e aos grandes filmes de todos os tempos.

A campeã do ano passado, a Protegidos da Princesa faz uma homenagem aos cem anos de fundação da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (Acif), ao mesmo tempo em que homenageia a própria cidade, falando de seu desenvolvimento durante esse centenário. O enredo tem um título bastante sugestivo: “Emoldurada pelo mar, uma história que me representa – Crônica de uma cidade em transformação” traz embutido a ideia de que vamos todos nos ver desfliando pela passarela.

Finalmente, às 5h35 – e provavelmente terminando o desfile sob os primeiros raios do novo dia – a Unidos da Coloninha enaltece o mar – como biosfera, como lar de corais, sereias e ondinas e, claro, como trono de Iemanjá. A escola foi vice-campeã em 2014 e este ano “nos convida a navegar num imenso mar repleto de mistério e magia, através de histórias onde a mitologia e a realidade se fundem e constituem o indivíduo como integrante do universo simbólico da Mãe África”. Precisa dizer mais?