Porto Alegre Carnaval 2015 – Desfile da Escola de Samba União da Vila do IAPI

Desfile Uniao da Vila do IAPI Carnaval Porto Alegre 2015 00

Vice-campeã de 2014, a União da Vila do IAPI foi a terceira escola de samba a desfilar no Complexo Cultural do Porto Seco, na madrugada de sábado (14.02.15), primeira noite do Grupo Especial do Carnaval 2015 de Porto Alegre.

Com o enredo “Revolução, Coragem e Liberdade! Um mundo em Preto e Branco, Ela Coloriu. A Vila Apresenta: A Juventude do Brasil”, a agremiação propôs uma viagem no tempo, trazendo fatos marcantes dos jovens na luta por paz, amor e liberdade. Entre o passado e o futuro da juventude brasileira, a escola abordou movimentos como Jovem Guarda, Tropicália, Anos de Chumbo e Diretas Já. A escola contou com cerca de 1,5 mil componentes, 18 alas e 5 carros alegóricos.

Sérgio Guerra, um dos carnavalescos da União da Vila do IAPI, destacou que a intenção era mostrar aspectos positivos da juventude. “Procuramos destacar a saúde, a alegria e a arte urbana dos jovens. Acredito que a escola esteve bem empolgada neste ano”, afirmou.

Invalid Displayed Gallery

Fotos : Ivo Gonçalves e Maia Rubim e Joel Vargas / Texto : Elio Bandeira

Samba Enredo: “Revolução,coragem e liberdade! Um mundo preto e branco, ela coloriu. A Vila apresenta: A Juventude do Brasil”

Eu sei… não dá mais pra esperar
Eu sei… a vitória vai chegar
“Viajando pelo tempo”
Seguindo a clamor da razão
Trazendo a coragem, traçando a revolução
Abaixo a ditadura! queremos cultura!
“viver é melhor que sonhar” então
Os anos de chumbo ficaram para trás
Destino nos une pela igualdade
Lutamos… acreditamos…
Em paz, amor e liberdade

“Vêm” vamos embora
Quem sabe faz a hora, no tom da canção
“Pra não dizer que não falei das flores”
“Na tropicália” a voz da inspiração

Acordes que invadem minh’alma
Acorde pra realidade
“As tribos” na rua de “cara pintada”
Somos jovens para eternidade
Gerações… conectadas em um mesmo ideal
Inspirações… unificando o bem social
Em cada “borboleta” ainda pulsa um coração
Azul, vermelho e branco, vai marcando esse chão
Onde você quer chegar, não deixe a vida passar
Um sonho, futuro… sou a juventude do brasil
Um amanhã melhor… oh pátria mãe gentil

Lá vem o Trem da Zona Norte
Eu quero ver me segurar,
Chegou a Vila, “essência do samba”
É por amor o meu cantar!